domingo, 4 de novembro de 2012

Fairy Tales

E então você me abraçou e perguntou se eu não estava cansada daquilo tudo. Se eu queria viver nessa incerteza e nessa mesmice de sempre.
"Você quer mudar? Vamos começar agora."
E como num conto de fadas você folgava um pouco o abraço forte e me beijava, e eu o sentia, como senti você respirar ao meu lado, sua boca na minha, aquele gosto familiar.
De repente era tudo tão tão feliz, o mundo se encaixava perfeitamente e todos finalmente estavam felizes com as mulheres e os homens de suas vidas.
Pra que querer algo mais?
Por que eu deveria me contentar com algo menos que você? Algo menos que o amor, que um sentimento enervante e ao mesmo tempo delicioso.

Mas contos de fadas são assim mesmo.
Numa hora você tá tão feliz que não cabe em si e na outra...
Acorda!